Equipe do CAB realiza visita técnica à Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares e Empreendimentos Solidários da UFRR

por Laura publicado 02/12/2016 08h40, última modificação 02/12/2016 08h40
A visita fez parte das atividades da disciplina Projeto Interdisciplinar I e teve como objetivo proporcionar aos estudantes o contato com atividades práticas de apoio e fomento especializado à inserção de empreendimentos locais e regionais em mercados competitivos

Estudantes da turma do Módulo II do curso Técnico Subsequente em Comércio Exterior do Campus Avançado do Bonfim do Instituto Federal de Roraima (CAB-IFRR) fizeram, no último mês, uma visita técnica à Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares e Empreendimentos Solidários (ITCPES), que é um programa de extensão da Universidade Federal de Roraima (UFRR).

A visita fez parte das atividades da disciplina Projeto Interdisciplinar I e teve como objetivo proporcionar aos estudantes o contato com atividades práticas de apoio e fomento especializado à inserção de empreendimentos locais e regionais em mercados competitivos.

Na oportunidade, os estudantes foram recebidos pela professora mestre Meire Joisy Almeida Pereira, da UFRR, que apresentou as instalações da ITCPES no Campus Paricarana da universidade e a equipe da incubadora, e ainda dirigiu uma roda de conversa, na qual foram apresentadas as definições e o contexto histórico e político-social desse tipo de incubadora, além dos tipos de serviço que ela oferece e das organizações produtivas que atende.

Segundo Meire, incubadoras de base social como a ITCPES/UFRR têm como fundamento o trabalho solidário e reconhecem a necessidade de valorização das ideias e das práticas dos agentes sociais locais, especialmente em períodos de crise e escassez de recursos. “Para isso, a incubadora, que neste ano completou dez anos de existência, atua na área produtiva, seja formal, seja informal, com o binômio assessoramento-formação, oferecendo palestras, reuniões, qualificações, formações políticas e cursos relacionados à área dos empreendimentos incubados, tomando como diretriz a autogestão dos empreendimentos e o respeito à diversidade, entre outros princípios da chamada Economia Solidária”, explicou.

As atividades foram acompanhadas pelos professores do CAB Amarildo Ferreira Júnior, Miguel Félix, Roseane Sá e Jéssica Faversani, coordenadora do curso. Conforme Ferreira, “essa foi uma importante ocasião para a consolidação de alguns dos conhecimentos vistos em sala de aula, em especial para a disciplina Projeto Interdisciplinar I, em que os alunos deverão apresentar um plano de negócios voltado para o comércio exterior, mas com bases econômicas, sociais e culturais estabelecidas nas especificidades do Município do Bonfim e região”.

Ele ainda destacou que a visita serviu de estímulo às capacidades dos discentes em realizar observações críticas e análises de potencialidades e oportunidades, além de permitir a interação e o intercâmbio de conhecimentos com profissionais com consistente atuação no assessoramento e na formação de agentes que compõem as cadeias produtivas locais e seus processos organizativos.

Para as alunas Edinalva da Silva e Lindalva Menezes, a visita técnica permitiu-lhes entrar em contato com formas solidárias de trabalho e de criação produtiva em ambientes com recursos limitados e escassos. Segundo elas, a visita técnica também propiciou-lhes conhecer alguns dos procedimentos de aprimoramento dos projetos que estão elaborando e como fomentar o desenvolvimento de atividades produtivas no Bonfim, levando em consideração as especificidades locais e regionais.

 

CCS/Campus Avançado do Bonfim
Com informações de Amarildo Ferreira Júnior
2/12/2016
« Dezembro 2017 »
month-12
Se Te Qu Qu Se Sa Do
27 28 29 30 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31