Mestrado ProfEPT no Campus Boa Vista tem nova coordenação

por Rebeca publicado 19/09/2019 11h13, última modificação 19/09/2019 11h13
O processo inicial de implantação do curso foi coordenado pelo professor Gilberto Pivetta Pires, do CBV, que em breve deve ser redistribuído para outra instituição federal no Estado do Rio de Janeiro. Desde a última quinta-feira, 12, o mestrado conta com uma nova coordenadora, a professora Danieli Lazarini de Barros.

Em agosto deste ano, iniciaram-se as aulas da primeira turma do Mestrado Profissional do Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT) ministrado no Campus Boa Vista do Instituto Federal de Roraima (CBV/IFRR), que é o polo no estado. A turma tem 22 mestrandos, sendo a metade formada por servidores da instituição e metade por alunos da ampla concorrência.         

O processo inicial de implantação do curso foi coordenado pelo professor Gilberto Pivetta Pires, do CBV, que em breve deve ser redistribuído para outra instituição federal no Estado do Rio de Janeiro. Desde a última quinta-feira, 12, o mestrado conta com uma nova coordenadora, a professora Danieli Lazarini de Barros.

Constituído por professores doutores do IFRR, que atuam nos Campi Boa Vista, Novo Paraíso, Amajari e Boa Vista Zona Oeste, o quadro de docentes do programa agora contará também com a professora Ana Aparecida Vieira de Moura, atual Diretora de Ensino de Graduação do CBV.

Com as adesões em 2008, o ProfEPT está presente em todos os estados do Brasil, por meio de 40 instituições que compõem a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. A última seleção abriu mais de 900 vagas, com a prova realizada no início de maio deste ano.

Ofertado na modalidade semipresencial, o curso stricto sensu tem uma previsão de carga horária de 480 horas. É coordenado nacionalmente pelo Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) e reconhecido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Para saber mais sobre o ProfEPT, acesse o link https://profept.ifes.edu.br/.

           

            MESTRANDOS A TODO VAPOR

Neste primeiro semestre, os alunos têm aulas presenciais duas vezes por semana na própria unidade. Faz parte do currículo conhecer o contexto histórico da Rede Federal. Por isso, eles tiveram aula com dois professores convidados que conhecem muito bem a realidade dos institutos federais e, com maior profundidade, a expansão do próprio IFRR: os ex-reitores Edvaldo Pereira da Silva (2008 a 2012) e Ademar de Araújo Filho (2012 a 2016). Eles ministraram aulas nos dias 10 e 16 deste mês, respectivamente.

Outro importante foco dos estudantes está na definição dos temas a serem pesquisados, que devem estar atrelados à linha de pesquisa adotada pela instituição, voltada a “Práticas Educativas em Educação Profissional e Tecnológica (EPT)”. Os mestrandos já apresentaram as propostas iniciais dos temas aos professores credenciados no programa do polo local e receberam a lista dos respectivos orientadores. Ao final do curso, além do trabalho teórico, deve haver desenvolvimento de novos produtos educacionais.

 
Sofia Lampert
Ascom/IFRR
17/9/2019
« Outubro 2019 »
month-10
Do Se Te Qu Qu Se Sa
29 30 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31 1 2